Seleção por eliminação – Royalties


Antigamente, se eu não decidisse por um candidato, votava na legenda. Não em qualquer uma e nem sempre na mesma. Escolhia a que apresentava um conjunto de propostas mais coerente com meus pensamentos. Hoje, não faço mais isso. O motivo é óbvio, quase todos os partidos tem um candidato que se perdeu por ali. O alinhamento ideológico parece ter sido substituído pela mera contagem de votos. Quantos votos são necessários para se eleger em um partido? E no outro?  Quem precisa de identidade política? “O povo tem memória curta” é o que pensam, e alguns até tem coragem de dizer isso em voz alta, pois eu mesma já ouvi.

Já que não voto nulo, o que fazer? Decidi tentar diminuir a lista de possibilidades com uma pequena seleção por eliminação. Comecei com o assunto mais badalado do momento: os royaltes. Qual o valor real e onde é aplicado? Não voto em quem anuncia que vai “lutar” contra outros brasileiros para manter royaltes e não sabe nem dizer onde ele é utilizado. Conheço uma pessoa, natural de Macaé,  que sempre me recomenda não visitar a cidade. Estranho? Eu também acho. Toda vez que vai visitar os parentes, ela leva a própria água mineral, inclusive para a higiene pessoal. A carestia e a insegurança são outra reclamação constante. Qual o benefício da extração do petróleo na região? O que é feito afinal com os royaltes? Enquanto a defesa de royaltes me parecer somente uma gula compulsiva, um desejo desarvorado por uma receita cujo destino não é claro e transparente, coloco essa propaganda na minha lista de descarte.

Share

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s