Armagedon


Sonhos despertos

De um tempo que

Nunca  havido

Palavras confusas

Pólen ortográfico

Nuvem Mnemônica

Anseios? Delírios?

Premonição?

O palpitante vagar

Que se apresenta

Realidade

Uma estranha quimera

Amálgama disforme

Entre etéreo e concreto

Palpitante agonia

No limbo acásico

Quanto tarda raiar o dia

Intuição

Olhar caído

Razão perdida

Armagedon

Anúncios

Ninho de Cancão


Não sendo um pássaro

Escolhi voar

Sem saber a direção

Vagando no ar

Brisa e ventania

Liberdade ou solidão

Se alternando

Em perpétua migração

As asas cansadas

Fardo sem fim

Nas lutas travadas

Me perdia de mim

Quando nada esperava

Trajetória em desalinho

Do firmamento avistei

Teus braços, meu ninho.

Valia do desejo


Se te entrego

As tolas palavras

Que sangram em mim

Como resgate

Pela Alma Arrebatada

Em sedutor olhar

Nada restaria

Para retomar

O fôlego perdido

Em doce e breve beijar

Share

Poesia visceral


Autor desconhecido

Quer seja curto ou comprido

Quer seja fino ou mais grosso

É um órgão muito querido

Por não ter espinhas nem osso

De incalculável valor

Ninguém tem um a mais

E desempenha no amor

Um dos papéis principais

Quando uma dama aparece

Ei-lo a pular com fervor

Se é um rapaz, estremece

Se é velho, tem pouco vigor

O seu nome não é tão feio

Pois tem sete letrinhas só

Tem um R e um A no meio

Começa em C e acaba em O

Nunca se encontra sozinho

Vive sempre acompanhado

Por outros dois orgãozinhos

Junto de si, lado a lado

O nome destes porém

Não gera confusões

Tem sete letras também

Tem L e acaba em ÕES

Prá acabar com o embalo

E com as más impressões

Os órgãos de que eu falo…

São o CORAÇÃO e os PULMÕES.

PENSOU BESTEIRA, NÃO É ???

Share

Yes, nós temos banana!


Barack Obama resolveu nos dar o ar de sua graça. Até aí tudo bem, vez por outra autoridades máximas se visitam para um chá e um acordo. Devemos só permanecer atentos a um detalhe: quase sempre é o visitante quem deseja algo de seu anfitrião. Concordo que algumas vezes governantes aproveitam as facilidades do cargo e as viagens oficiais para o turismo em comitiva e o marketing pessoal em proporções globais. Poderia citar algumas siglas para corroborar nosso conhecimento de causa, mas prefiro me ater a essa visita tão ilustre.

Obama quer discursar em terras tupiniquins, para deixar sua mensagem ao povo brasileiro. Um discurso é até comum: presidentes conversam a portas fechadas sobre assuntos que só saberemos depois, via WikiLeaks, e depois convocam uma coletiva de imprensa em local oficial para seus discursos irmanados e solidários. Acontece que Obama Sam é audacioso e quer ir além, quer discursar espetaculosamente para a multidão arrebanhada no Centro da antiga capital do país. Os preparativos são grandiosos. A emissora platinada, aquela que é subsidiária da Grande Companhia estadunidense, dedica inúmeros momentos em seus telejornais para preparar e envolver o carioca nesse grande, ts ts, evento histórico. Entre um plim e outro, tenta nos convencer da empolgação do cidadão humilde com o sermão dominical em idioma estrangeiro, com o qual não temos qualquer identificação social, ideológica ou cultural.    Continue lendo

Felicidade


Buscar felicidade

Na perfeição dos sonhos realizados

Tola agonia

Tentar alçar o intangível

Felicidade

É saber olhar

A imperfeição com gratidão.

Share

Eterno Natal


Difícil não notar a beleza daquelas crianças, surgidas do nada, com roupas humildes e com semblante tão iluminado. Pareciam saber exatamente onde iam, enquanto subiam o morro tão determinadas. Quem seriam elas? Em dado momento, se deram as mãos, sorriram e cada qual tomou seu caminho. Continue lendo