Amizade nunca acaba


Quando os amigos queridos estão longe, só as boas lembranças podem aplacar a dor da saudade. Feliz Dia do Amigo!

Anúncios

O vazio da saudade, algum dia passa?


Ontem não consegui escrever. Recolhi-me em silêncio saudoso e melancólico. Ontem completou um ano que minha avó partiu, e de repente o sentimento de perda e ausência se fizeram tão presentes que minhas palavras secaram. Tornaram-se lágrimas. Tentei somente pensar nas boas lembranças e nem isso foi conforto. Minha avó não era uma guerreira, ainda que tenha sido uma heroína cuidando de filhos e netos. Nascida em João Pessoa veio para o Rio ainda jovem onde conheceu um cearense inteligente e boêmio com quem teve três filhos, a mais velha minha mãe. Ela não deixou grandes feitos para a história, mas com certeza deixou-nos um legado cultural e afetivo. Continue lendo

Um raro despertar


Tic Tac Tic Tac! Enquanto o pássaro cantava na janela, saudando novamente a chegada do dia, e o calor aconchegante do sol, ele preparava calmamente seu café da manhã. Sem muito luxo, sentou-se e apreciou seu desjejum. Logo iria para o trabalho. Arrumou-se com cuidado. Sua aparência era a melhor possível: tranquilo, saudável e … feliz! Saiu do apartamento no momento em que a senhoria, que costumava estar sempre irritadiça, vinha chegando. Ela estava diferente, parecia estar em paz consigo mesma. Engraçado! Nunca antes havia conseguido reparar como ela era uma senhora bonita, devia ter sido uma jovem bastante atraente. Porque será que ela vivia tão sozinha? Parou para lhe dar bom dia e foi recebido com extrema simpatia. Falaram um pouco sobre assuntos do prédio e se despediram. Continue lendo

Para todos os amigos…


Para os amigos antigos e os novos, para os distantes e os que estão pertinhos, para os que partiram e só nos resta a saudade. Para os que nos prendem em abraço forte e para os que nos conquistaram na troca virtual.  Ainda que tenhamos nos despedido com um beijo ou uma birra. Se eu não puder te abraçar ou falar contigo hoje. Seja como for, onde quer que você esteja, quero agradecer sua amizade e celebrá-la com esta linda canção!

Share

Feliz Dia do Amigo!!


Para vocês que podem até não saber ou perceber, mas iluminam os dias sombrios, semeiam pequenas e grandes alegrias, renovam minhas forças, apoiam meus passos, confortam minhas dores, estimulam meus pensamentos, dividem comigo fardos e esperanças. Vocês que me deixam entrar em suas vidas e entram na minha, de mansinho ou num arroubo, espantando as armadilhas da solidão. Para vocês que estejam aonde estiverem terão sempre lugar em meu coração!

Foto: Vladmir Oliveira

Share

Meu querido Scooby


Eu apóio a adoção de animais. Participo de páginas de grupos que se organizam para buscar novos lares para nossos companheiros abandonados. Eu acredito nessa iniciativa, muito mesmo. Sou contra o aprisionamento de animais silvestres e o abandono dos animais domésticos. E tento colaborar como posso, conforme vão surgindo as oportunidades.

Adoro cumprimentos!

Aqui em casa a coisa aconteceu  de um jeito um pouco diferente, até inusitado. Nós é que fomos adotados pelo nosso querido, e já velhinho, Scooby. É uma história um tanto inusitada, mas se tiver a paciência de ler, garanto sua total veracidade.

Havíamos nos mudado de um apartamento para uma casa e ainda estávamos nos ambientando. Eu estava de férias e aproveitava os fins de tarde para cuidar das plantas e relaxar um pouco. Uma dessas tardes eu vi alguns cães soltos subindo a rua, mas não me preocupei. Alguns vizinhos às vezes deixavam os cães soltos enquanto estavam nas calçadas. O maior deles veio até meu portão e tentou insistentemente abrir. Pelo tamanho dele fiquei um pouco receosa de me aproximar já que nunca o tinha visto. Ele me viu no quintal e insistiu em raspar o portão. Depois desistiu e foi embora com o resto do grupo. Quando meu marido chegou comentei com ele a estranha insistência. Chegamos a conclusão de que ele talvez conhecesse a casa ou os antigos moradores. Naquela semana ele voltou a aparecer mais umas três vezes e eu comecei a ficar intrigada com aquilo. Continue lendo

Adiante


Na brevidade de um instante

Descobertas de uma eternidade

No silêncio constante

A dor de uma saudade

Roda mundo corre tempo

As lembranças por único alento

Sombras difusas, tormento

Suspiros, espamos, lamento

No silêncio da madrugada

Convalesce em melancolia

Rasgando o novo, Alvorada

Surge a promessa de um novo dia

Share