Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XVII


Eu não acreditei quando li “Paiçandu” escrito assim. Me causou estranheza. Parecia erro de grafia. Não é, o nome da cidade é esse mesmo e fica no Paraná. É lá que milita o simpático Bimbim, com sua barba talibã e seu chapéu de mestre cuca.

Espero que esse faça somente bombas de chocolate...

Share

Anúncios

Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XVI


Para descontrair um pouco.  Geeente, não é que o Partido Republicano é cheio de figuraça? Será uma exigência para se candidatar?

A dupla dinâmica da pacata Araponga

Share

Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XV


Lembram do que eu disse sobre partidos demais e idéias de menos? Olha outro belo exemplo. A candidata do Partido Social Liberal parece que entendeu que era para “liberar para a sociedade”.

Será mulher de verdade?

Share

Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XIV


No mínimo um contrasenso, já que esse é um candidato do Partido Republicano Progressista. Eu sei que na hora de disputar votos começa um vale-tudo vergonhoso, e que a maioria dos partidos tem mais compromisso com a arrecadação de vagas do que com a representação ou a defesa ideológica. Por conta de situações bizarras como essa, é que sou contra esse número absurdo de partidos políticos.

????? Poderá haver alguma explicação????

Share

Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XIII


Esse merecia umas boas multas. Uma por sujar a cidade, outra pela apelação e blasfêmia e uma especial por agredir a língua pátria.

Nada a declarar...

Share

Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XII


Esse tentou ser engraçadinho e cult ao mesmo tempo. Não funcionou muito bem para mim. Será que teve votos? Alguém votou em Ninguém?

 

Ninguém merece!

Coletânea O Retorno da Hora do Espanto – XI


A imagem e o slogan falam por si. Só quero acrescentar uma observação. Dá para reparar como ele parece com o governador? Bochechão, olheira, sapiência? Serão da mesma família?

Sinceridade acima de tudo