Aborto: hipocrisias e manipulações


Sou contra o aborto. Uma postura ideológica minha, permeada pelos dogmas da minha fé. Sou uma feliz mãe de três filhos. Nunca fiz um aborto, nem incentivei ninguém a fazer. Muito pelo contrário.  Passei muitos momentos difíceis em minha maternidade, especialmente quando queria poder prover meus filhos de mais opções e não podia. Tenho orgulho de ter enfrentado esses desafios.  Se o aborto não fosse crime, ainda assim eu não o faria, a qualquer tempo. Tenho convicção das minhas escolhas e da minha fé. Se minha filha, ou uma namorada de meus filhos, ou mesmo uma conhecida me falarem em aborto, tentarei dissuadi-las. Argumentarei, apresentarei opções, oferecerei apoio. Essa sou eu, na esfera privada de minha existência. Digo essas coisas, tão particulares, para que entendam porque me sinto à vontade para afirmar que considero a polêmica do aborto levantada nessa campanha eleitoral uma das maiores hipocrisias político-religiosas-eleitoreiras dos últimos tempos. Continue lendo

Anúncios